Lisaac

Sementes da Palavra, É tempo de semear

Arquivo por mês: agosto 2019

ago 31

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – SÁBADO – 31/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES – (1Ts 4,9-11) –

Irmãos, 9não é preciso escrever-vos a respeito do amor fraterno, pois já aprendestes de Deus mesmo a amar-vos uns aos outros. 10É o que já estais fazendo com todos os irmãos, em toda a Macedônia. Só podemos exortar-vos, irmãos, a progredirdes sempre mais. 11Procurai viver com tranquilidade, dedicando-vos aos vossos afazeres e trabalhando com as próprias mãos, como recomendamos.  

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 25,14-30

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: 14“Um homem ia viajar para o estrangeiro. Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens. 15A um deu cinco talentos, a outro deu dois e ao terceiro, um; a cada qual de acordo com a sua capacidade. Em seguida viajou. 16O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo, trabalhou com eles e lucrou outros cinco. 17Do mesmo modo, o que havia recebido dois lucrou outros dois. 18Mas aquele que havia recebido um só saiu, cavou um buraco na terra e escondeu o dinheiro do seu patrão. 19Depois de muito tempo, o patrão voltou e foi acertar contas com os empregados. 20O empregado que havia recebido cinco talentos entregou-lhe mais cinco, dizendo: ‘Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco que lucrei’. 21O patrão lhe disse: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’ 22Chegou também o que havia recebido dois talentos e disse: ‘Senhor, tu me entregaste dois talentos. Aqui estão mais dois que lucrei’. 23O patrão lhe disse: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!’ 24Por fim, chegou aquele que havia recebido um talento e disse: ‘Senhor, sei que és um homem severo, pois colhes onde não plantaste e ceifas onde não semeaste. 25Por isso fiquei com medo e escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te pertence’. 26O patrão lhe respondeu: ‘Servo mau e preguiçoso! Tu sabias que eu colho onde não plantei e que ceifo onde não semeei? 27Então devias ter depositado meu dinheiro no banco, para que, ao voltar, eu recebesse com juros o que me pertence’. 28Em seguida, o patrão ordenou: ‘Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 29Porque a todo aquele que tem será dado mais e terá em abundância, mas, daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. 30Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Ali haverá choro e ranger de dentes!’”.                       

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 30

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – SEXTA-FEIRA – 30/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES – (1Ts 4,1-8) –

1Meus irmãos, eis o que vos pedimos e exortamos no Senhor Jesus: aprendestes de nós como deveis viver para agradar a Deus e já estais vivendo assim. Fazei progressos ainda maiores! 2Conheceis, de fato, as instruções que temos dado em nome do Senhor Jesus. 3Esta é a vontade de Deus: vivei na santidade, afastai-vos da impureza; 4cada um saiba tratar o seu parceiro conjugal com santidade e respeito, 5sem se deixar levar pelas paixões, como fazem os pagãos, que não conhecem a Deus. 6Que ninguém, nessa matéria, prejudique ou engane seu irmão, porque o Senhor se vinga de tudo, como já vos dissemos e comprovamos. 7Deus não nos chamou à impureza, mas à santidade. 8Portanto, desprezar estes preceitos não é desprezar um homem, e sim a Deus, que nos deu o Espírito Santo. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 25,1-13

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: 1“O reino dos céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. 2Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. 3As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. 4As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. 5O noivo estava demorando, e todas elas acabaram cochilando e dormindo. 6No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide ao seu encontro!’ 7Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. 8As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. 9As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. 10Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. 11Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ 12Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo, não vos conheço!’ 13Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia nem a hora”.                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 29

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – QUINTA-FEIRA – 29/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA JEREMIAS – (Jr 1,17-19) –

Naqueles dias, a palavra do Senhor foi-me dirigida: 17“Vamos, põe a roupa e o cinto, levanta-te e comunica-lhes tudo que eu te mandar dizer: não tenhas medo, senão eu te farei tremer na presença deles. 18Com efeito, eu te transformarei hoje numa cidade fortificada, numa coluna de ferro, num muro de bronze, contra todo o mundo, frente aos reis de Judá e seus príncipes, aos sacerdotes e ao povo da terra; 19eles farão guerra contra ti, mas não prevalecerão, porque eu estou contigo para defender-te”, diz o Senhor. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mc 6,17-29

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17Herodes tinha mandado prender João e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades, mulher do seu irmão Filipe, com quem se tinha casado. 18João dizia a Herodes: “Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão”. 19Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia. 20Com efeito, Herodes tinha medo de João, pois sabia que ele era justo e santo, e por isso o protegia. Gostava de ouvi-lo, embora ficasse embaraçado quando o escutava. 21Finalmente, chegou o dia oportuno. Era o aniversário de Herodes, e ele fez um grande banquete para os grandes da corte, os oficiais e os cidadãos importantes da Galileia. 22A filha de Herodíades entrou e dançou, agradando a Herodes e seus convidados. Então o rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres, e eu to darei”. 23E lhe jurou, dizendo: “Eu te darei qualquer coisa que me pedires, ainda que seja a metade do meu reino”. 24Ela saiu e perguntou à mãe: “O que vou pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25E, voltando depressa para junto do rei, pediu: “Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista”. 26O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar. Ele tinha feito o juramento diante dos convidados. 27Imediatamente, o rei mandou que um soldado fosse buscar a cabeça de João. O soldado saiu, degolou-o na prisão, 28trouxe a cabeça num prato e a deu à moça. Ela a entregou à sua mãe. 29Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá, levaram o cadáver e o sepultaram.                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 28

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – QUARTA-FEIRA – 28/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES – (1Ts 2,9-13) –

9Irmãos, certamente ainda vos lembrais dos nossos trabalhos e fadigas. Trabalhamos dia e noite para não sermos pesados a nenhum de vós. Foi assim que anunciamos o evangelho de Deus. 10Vós sois testemunhas, e Deus também, de quão santo, justo, irrepreensível foi o nosso proceder para convosco, os fiéis. 11Bem sabeis que, como um pai a seus filhos, 12nós exortamos a cada um de vós e encorajamos e insistimos para que vos comporteis de modo digno de Deus, que vos chama ao seu reino e à sua glória. 13Por isso agradecemos a Deus sem cessar por vós terdes acolhido a pregação da Palavra de Deus não como palavra humana, mas como aquilo que, de fato, é: Palavra de Deus, que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 23,27-32

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 27“Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós sois como sepulcros caiados: por fora parecem belos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda podridão! 28Assim também vós, por fora, pareceis justos diante dos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e injustiça. 29Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós construís sepulcros para os profetas e enfeitais os túmulos dos justos, 30e dizeis: ‘Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos sido cúmplices da morte dos profetas’. 31Com isso, confessais que sois filhos daqueles que mataram os profetas. 32Completai, pois, a medida de vossos pais!”                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 27

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – TERÇA-FEIRA – 27/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES – (1Ts 2,1-8) –

1Bem sabeis, irmãos, que nossa vinda até vós não foi em vão. 2Apesar de maltratados e ultrajados em Filipos, como sabeis, encontramos em Deus a coragem de vos anunciar o evangelho em meio a grandes lutas. 3A nossa exortação não se baseia no erro, na ambiguidade ou no desejo de enganar. 4Ao contrário, uma vez que Deus nos achou dignos para que nos confiasse o evangelho, falamos não para agradar aos homens, mas a Deus, que examina os nossos corações. 5Bem sabeis que nunca usamos palavras de adulação nem procedemos movidos por disfarçada ganância. Deus é testemunha disso. 6E também não procuramos elogios humanos, nem da parte de vós nem de outros, 7embora pudéssemos fazer valer a nossa autoridade de apóstolos de Cristo. Foi com muita ternura que nos apresentamos a vós como uma mãe que acalenta os seus filhinhos. 8Tanto bem vos queríamos, que desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus, mas até a própria vida; a tal ponto chegou a nossa afeição por vós. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 23,23-26

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 23“Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da lei, como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vós deveríeis praticar isto sem, contudo, deixar aquilo. 24Guias cegos! Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo. 25Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós limpais o copo e o prato por fora, mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça. 26Fariseu cego! Limpa primeiro o copo por dentro, para que também por fora fique limpo”.                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 26

EDITORIAL DO MÊS: AS CHAVES E AS PORTAS ESTÃO DIANTE DE NÓS – PRIMEIRA PARTE

PORTAS ABERTAS - 2

CHAVES E PORTAS: CAMINHOS LIBERADOS –

PARTE I –

*Por Luiz Antonio de Moura –

A visão realista do mundo permite a transparência de cenários que, em muitas ocasiões, e situações, impõem limites diante de nós. Alguns desses limites instigam nossa vocação para a superação e, logo, logo, conseguimos vencê-los. Entretanto, existem outros limites que, simplesmente, revelam-se intransponíveis, em razão das inomináveis altura e espessura.

No primeiro caso, mesmo diante das nossas fraquezas e incertezas, recebemos alguns incentivos e estímulos, porque tais limites podem, de fato, ser transpostos. No segundo caso, no entanto, ninguém ousa nos instigar, porque a impossibilidade é reconhecida por todos. Então, o que fazer? Recuar, desistir?

Não, não devemos recuar nem desistir, porque, se existe um mundo visível que apresenta limites intransponíveis diante de nós, existe, também, um mundo invisível que, simplesmente, abre portas diante de nós, facilitando a nossa passagem para lados, mundos, situações e oportunidades que, até então, pareciam impossíveis e inexistentes. Não são portas imaginárias, virtuais, mágicas ou coisas mirabolantes, daquelas que só vemos em filmes de alta ficção científica. São portas reais, plausíveis e sensíveis. Portas que são abertas por meio de chaves que nos são fornecidas por forças superiores.

O segredo não está nas portas, mas, na obtenção e no manuseio das chaves! Em nossas mãos, normalmente, existem cinco dedos. Para cada dedo, um desafio a ser vencido. Cinco desafios que, uma vez vencidos, abrem o caminho para o predomínio do espírito sobre a matéria: o orgulho, a prepotência, a ambição, a inveja e a ira. A derrota destes cinco adversários permite que consigamos destravar algumas portas e, assim, ter acesso a caminhos até então tidos como inexistentes e até mesmo impossíveis de serem trilhados.

O orgulho é, geralmente, o primeiro desafio que nos empareda e nos atinge com força. Diante dele sentimo-nos frágeis e submissos, a ele nos entregando com facilidade e com docilidade, servindo-o de todas as formas por ele exigidas, porque, de nós, ele apenas exige o assassinato da humildade. Matando a humildade, sentimo-nos senhores absolutos do nosso EU e do caminho que temos à disposição.

A prepotência é irmã gêmea do orgulho. Quando acreditamos sermos senhores absolutos do nosso EU e de estarmos no pleno domínio do caminho que temos à disposição, sem qualquer dependência do “outro”, cremos firmemente sermos insuperáveis e, portanto, invencíveis. Ninguém é capaz de deter nossos passos e avanços e, consequentemente, a nossa caminhada. A prepotência forja o extremado amor próprio. Com o orgulho e a prepotência, esmurramos com força bestial os limites intransponíveis impostos pelo mundo visível, dando-nos a nítida certeza de que, se não vencemos, ninguém é capaz de vencer também.

A ambição é a principal responsável pela cegueira espiritual. Na medida em que sucumbimos diante dela, ficamos cada vez mais cegos para a realidade que nos cerca. Daí, não conseguirmos enxergar quando, diante de nós, existe uma muralha intransponível e, da mesma forma, não conseguimos ver as portas que já estão, ou que podem ser facilmente, abertas à nossa frente.

A inveja é a senhora do retrocesso e do descaminho. É ela que nos obriga a abandonar o nosso caminho natural para seguirmos, e perseguirmos, o caminho trilhado pelo “outro”. Caminho que é próprio de cada um. Construído para cada um, de forma absolutamente individualizada. A inveja, aliada inseparável da ambição, faz com que acreditemos convictamente que um único caminho pode ser trilhado com sucesso por dois seres diferentes. Assim, o que é do outro, pode ser meu também. O que o outro tem, eu posso ter igual ou até mesmo superior.

A ira, por fim, não bastassem os outros entraves, corrompe os nossos tímpanos e trava a nossa mente, impedindo o curso natural da razão. Acometidos com a ira, somos incapazes de pensar de modo racional. Somos incapazes de agir de forma sensata. Portanto, tornamo-nos imprudentes, insensíveis, insensatos e insanos. Movidos pela ira, perdemos a sensibilidade e o tato necessários para a percepção das diversas portas existentes, algumas das quais já estão abertas diante de nós.

Vencer estes cinco desafios pode parecer, à primeira vista, um grande obstáculo intransponível e, aí, voltaríamos à questão inicial. Entretanto, cada um de nós, acreditando ou não, possui um espírito que, por sua vez, traduz-se em um imenso e poderoso templo, no interior do qual muitos e muitos mistérios são desvendados. Forças ocultas são dissipadas; obstáculos são removidos; segredos são revelados e novas forças são concedidas.

Ao desviarmos a nossa atenção, e a nossa atuação, para o templo que carregamos em nosso interior, administrado e gerenciado por um Espírito Maior, capaz de vencer até mesmo o que, para nós, parece ser impossível, adquirimos não apenas uma renovada vida, mas, sabedoria suficiente para vencermos e superarmos todos os entraves, e mais: capacidade para, abertos os olhos, ouvidos e mente, enxergarmos com toda a clareza necessária, todas as portas que estão abertas, desde sempre, à nossa frente.

Mas, é preciso repetir: os cinco desafios devem ser superados. Imagine-se diante de um cofre contendo a solução para todos os seus problemas. Trancado a sete chaves, você não consegue abri-lo, senão, penetrando no interior de uma profunda caverna, ao fundo da qual existe um altar de pedra em cujo tampo estão as sete chaves que abrem o tal cofre. Você precisa, apenas, perceber que, indo na direção da caverna terá rápido acesso às chaves que te darão acesso a todas as soluções perseguidas.

É justamente o que deve ser feito para que as diversas portas existentes, que já podem ser  abertas por você, sejam percebidas, também, por todos aqueles que julgam estar diante de problemas intransponíveis. As soluções existem e estão diante de cada um de nós. Não percebê-las ou não saber como acessá-las, depende do destravamento dos olhos, dos ouvidos e da mente espirituais, o que só pode ser feito após a derrota dos cinco maiores adversários do ser humano. Sozinhos, não podemos vencê-los, mas, com o auxílio do Espírito de Deus, tudo se faz possível porque Ele faz novas todas as coisas e, assim, pode transformar-nos em pessoas absolutamente novas, imunes ao impossível.

Não se trata de magia ou de ilusionismo. Trata-se, na verdade, de crença. Jesus disse que “aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e fará outras ainda maiores” (Jo 14, 12). Portanto, com fé e pela fé, obstáculos podem ser superados, adversários  derrotados, muralhas derrubadas, portas abertas e caminhos revelados. No entanto, não basta dizer que crê. É preciso renunciar a si mesmo e entregar-se de corpo e de alma, vencendo todos os inimigos do espírito. Então, e somente então, haverá serenidade, sabedoria, santidade e capacidade para superar todos os limites impostos por este mundo que, ao contrário do que muitos creem, não é real, mas, totalmente ilusório.

Reflita profundamente. Faça uma visita ao seu templo interior e, confiando no Espírito que lá está, derrote seus cinco inimigos e, após, esbanjando alegria e felicidade, escolha as portas que melhor atendem aos seus anseios e necessidades. Faça isso já, não perca mais tempo. Seja feliz, e boa sorte!

____________________________________________________________

*Luiz Antonio de Moura é um pensador espiritualista, um caminhante e um cultor do silêncio.

ago 26

EDITORIAL DA SEMANA: AS CHAVES E AS PORTAS ESTÃO DIANTE DE NÓS – SEGUNDA PARTE

O CAMINHO DO MONGE

CHAVES E PORTAS: CAMINHOS LIBERADOS –

PARTE II –

*Por Luiz Antonio de Moura –

Na primeira parte desta reflexão, falamos sobre os cinco adversários, comparados aos dedos de uma das mãos – orgulho, prepotência, ambição, inveja e ira – e iniciamos uma fórmula para derrotá-los e, então, termos acesso às chaves e às portas que existem à nossa frente, para que possamos ultrapassar certos limites impostos pela vida que, num primeiro momento, parecem-nos impossíveis de serem vencidos.

Nesta oportunidade, vamos dar continuidade àquela reflexão, trazendo os contrapontos aos cinco adversários que, de igual forma, podem ser contados nos dedos da outra mão. Só que, no caso, não são adversários, mas, virtudes que, derrotados os primeiros, passam a fazer parte, positivamente, das nossas vidas e do sucesso almejado por todos e por cada um de nós.

Se, temos como adversário, de um lado, o orgulho temos, no contraponto, a humildade; para a prepotência, a simplicidade de coração; para a ambição, a gratidão pelo que já recebemos; para a inveja, o contentamento e, para a ira, o perdão e a reconciliação. São estas as virtudes a serem conquistadas por meio da reflexão e do permanente e continuado diálogo espiritual, cujo cenário é o nosso templo interior, e o interlocutor, o Espírito Santo de Deus.

Toda esta linha de raciocínio lógico acerca da vida e das diversas formas de usufruí-la sadiamente, passa pelo profundo e necessário conhecimento de si próprio. Pois, somente quando temos perfeito e honesto conhecimento sobre nós mesmos, é que somos capazes de enxergar extravios, transgressões, desníveis e extremos aos quais nos submetemos diariamente, em busca de uma “felicidade” alardeada pelo mundo exterior ao nosso templo sagrado.

As atuais configurações do mundo no qual estamos inseridos, sugerem um permanente afastamento das nossas origens e, consequentemente, uma gigantesca desconstrução de todos os valores éticos, morais, sociais, políticos e religiosos que predominaram até meados do século passado. Assim, a sociedade contemporânea perdeu a noção de que existem princípios e valores sagrados que regem a vida, em todas as instâncias e circunstâncias, que, uma vez adulterados, ultrajados e/ou desprezados, geram devastadora instabilidade em todas as forças da natureza, donde não escapamos, sequer, e principalmente, nós, os seres humanos.

É preciso consolidar esta compreensão para, de forma sadia e promissora, reconstruir as pontes bombardeadas pela ilusão do materialismo como única forma de atingir a tão perseguida felicidade. Reconstruir as pontes e aplainar os caminhos, para que voltemos a celebrar a tão necessária espiritualidade que, a despeito dos descrentes, tem potencial para regenerar a raça humana, tão dividida e tão segmentada, vítima que tem sido de si própria e dos seus enganos e atropelos.

Voltar-se para si, e para o interior de si, é conditio sine qua non para a proximidade da perfeição e da semelhança com o Criador, a partir de quando é possível lacrar as portas do ódio, do desamor, do desrespeito, do desprezo, da maldade justificada, da indiferença para com os mais pobres e desvalidos para, finalmente, ver abertas as portas que conduzem às grandes, e humanas, realizações pessoais e coletivas, ponto de partida para o ressurgimento dos grandes seres humanos, que alguns chamam de verdadeiros heróis, porque saberão, como os antigos, liderar projetos e processos virtuosos, voltados para o bem estar e para o aprimoramento de toda a espécie humana. Heróis e líderes que não se fazem presentes nos dias de hoje.

O que estamos contemplando, hoje, no cenário mundial, é, justamente o oposto de tudo isto, ou seja, o que está imperando é o ódio, o sectarismo, o racismo, a luta ideológica, o total e absoluto desrespeito para com os seres humanos desprovidos de armas e de dinheiro, a corrupção, em todas as suas formas, a injustiça praticada, inclusive, nos Palácios da própria  Justiça, a disseminação da cultura da morte, como única forma de resolução de conflitos. Enfim, o verdadeiro caos humano!

Se, realmente, queremos ser felizes, precisamos frear bruscamente nossa corrida desesperada rumo ao futuro incerto e duvidoso. Parar, olhar para dentro de nós mesmos, esquecermos do “outro” por um instante, e dedicarmos tempo a avaliação de quem realmente somos e o que temos feito por nós e pelos outros. Que armas temos utilizado para alcançar nossos projetos e ambições. Precisaremos examinar a profundidade e a extensão da nossa relação com os cinco adversários – orgulho, prepotência, ambição, inveja e ira – para então, e somente então, termos diante de nós o mapa absolutamente errático ao qual estamos dando todos os créditos, esquecendo-nos de que existem contrapontos – humildade, simplicidade de coração, gratidão, contentamento e perdão/reconciliação – que, uma vez reconquistados e praticados, terão poder para nos tirar deste verdadeiro caos no qual estamos inseridos.

Se conseguirmos esta grande proeza, reabilitaremos as forças da natureza, fazendo com que atuem absolutamente em nosso favor e benefício. Nosso e de toda a espécie humana, apesar das exceções que sempre existiram e que sempre existirão. O problema é que, a partir de determinado momento histórico, as exceções foram dominando a regra e hoje a contabilidade aponta para a infeliz conversão da regra antiga em uma demolidora exceção. É preciso, e podemos, reverter esta lógica perversa de convivência.

Releia, se julgar necessário e oportuno, a primeira parte desta reflexão, medite sobre ambas, tire suas conclusões e, caso entenda possível, dê início ao processo de reconstrução, começando por si mesmo(a) e, na sequência, repassando a ideia para amigos, familiares e entes queridos. Assim, e só assim, portas incríveis serão abertas diante de cada um de nós, e o impossível será afastado do nosso caminho.

E, lembre-se: vencer adversários e reconquistar virtudes significa ter em mãos uma preciosa chave, apta a abrir portas até então invisíveis para nós, em razão da cegueira imposta pela lógica de um mundo insano, insensato e insensível. Reflita sobre tudo isto. Seja feliz, e boa sorte!

______________________________________________________________

*Luiz Antonio de Moura é um pensador espiritualista, um caminhante e um cultor do silêncio.

 

 

ago 26

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - O CAMINHO

21ª SEMANA DO TEMPO COMUM – SEGUNDA-FEIRA – 26/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PAULO AOS TESSALONICENSES – (Ts 1,1-5.8-10) –

1Paulo, Silvano e Timóteo à Igreja dos tessalonicenses, reunida em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: a vós, graça e paz! 2Damos graças a Deus por todos vós, lembrando-vos sempre em nossas orações. 3Diante de Deus, nosso Pai, recordamos sem cessar a atuação da vossa fé, o esforço da vossa caridade e a firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo. 4Sabemos, irmãos amados por Deus, que sois do número dos escolhidos. 5Porque o nosso evangelho não chegou até vós somente por meio de palavras, mas também mediante a força que é o Espírito Santo; e isso com toda a abundância. Sabeis de que maneira procedemos entre vós, para o vosso bem. 8A vossa fé em Deus propagou-se por toda parte. Assim, nós já nem precisamos falar, 9pois as pessoas mesmas contam como vós nos acolhestes e como vos convertestes, abandonando os falsos deuses para servir ao Deus vivo e verdadeiro, 10esperando dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos: Jesus, que nos livra do castigo que está por vir. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 23,13-22

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus: 13“Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós fechais o reino dos céus aos homens. Vós, porém, não entrais nem deixais entrar aqueles que o desejam.[14] 15Ai de vós, mestres da lei e fariseus hipócritas! Vós percorreis o mar e a terra para converter alguém e, quando o conseguis, o tornais merecedor do inferno, duas vezes pior do que vós. 16Ai de vós, guias cegos! Vós dizeis: ‘Se alguém jura pelo templo, não vale; mas, se alguém jura pelo ouro do templo, então vale!’ 17Insensatos e cegos! O que vale mais, o ouro ou o templo, que santifica o ouro? 18Vós dizeis também: ‘Se alguém jura pelo altar, não vale; mas, se alguém jura pela oferta que está sobre o altar, então vale!’ 19Cegos! O que vale mais, a oferta ou o altar, que santifica a oferta? 20Com efeito, quem jura pelo altar, jura por ele e por tudo o que está sobre ele. 21E quem jura pelo templo, jura por ele e por Deus, que habita no templo. 22E quem jura pelo céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que nele está sentado”.                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

ago 25

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA - ANTIGO TESTAMENTO

21º DOMINGO DO TEMPO COMUM – INCLINAI, SENHOR, O VOSSO OUVIDO E ESCUTAI-ME; SALVAI, MEU DEUS, O SERVO QUE CONFIA EM VÓS. TENDE COMPAIXÃO DE MIM, CLAMO POR VÓS O DIA INTEIRO – 25/08/2019

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS – (Is 66,18-21) –

Assim diz o Senhor: 18“Eu, que conheço suas obras e seus pensamentos, virei para reunir todos os povos e línguas; eles virão e verão minha glória. 19Porei no meio deles um sinal e enviarei, dentre os que foram salvos, mensageiros para os povos de Társis, Fut, Lud, Mosoc, Ros, Tubal e Javã, para as terras distantes e para aquelas que ainda não ouviram falar em mim e não viram minha glória. Esses enviados anunciarão às nações minha glória 20e reconduzirão, de toda parte, até meu santo monte em Jerusalém, como oferenda ao Senhor, irmãos vossos a cavalo, em carros e liteiras, montados em mulas e dromedários – diz o Senhor –, e, como os filhos de Israel, levarão sua oferenda em vasos purificados para a casa do Senhor. 21Escolherei dentre eles alguns para serem sacerdotes e levitas, diz o Senhor”. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

SALMO RESPONSORIAL: Sl 116(117)

R. Proclamai o evangelho a toda criatura!

1. antai louvores ao Senhor, todas as gentes, / povos todos, festejai-o! 

R. Proclamai o evangelho a toda criatura!

2. Pois comprovado é seu amor para conosco, / para sempre ele é fiel! 

R. Proclamai o evangelho a toda criatura!

SEGUNDA LEITURA:

LEITURA DA CARTA AOS HEBREUS – (Hb 12,5-7.11-13)

Irmãos, 5já esquecestes as palavras de encorajamento que vos foram dirigidas como a filhos: “Meu filho, não desprezes a educação do Senhor, não desanimes quando ele te repreende; 6pois o Senhor corrige a quem ele ama e castiga a quem aceita como filho”. 7É para a vossa educação que sofreis, e é como filhos que Deus vos trata. Pois qual é o filho a quem o pai não corrige? 11No momento mesmo, nenhuma correção parece alegrar, mas causa dor. Depois, porém, produz um fruto de paz e de justiça para aqueles que nela foram exercitados. 12Portanto, “firmai as mãos cansadas e os joelhos enfraquecidos; 13acertai os passos dos vossos pés”, para que não se extravie o que é manco, mas antes seja curado.

 – Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

EVANGELHO: Lc 13,22-30

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22Jesus atravessava cidades e povoados, ensinando e prosseguindo o caminho para Jerusalém. 23Alguém lhe perguntou: “Senhor, é verdade que são poucos os que se salvam?” Jesus respondeu: 24“Fazei todo esforço possível para entrar pela porta estreita. Porque eu vos digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão. 25Uma vez que o dono da casa se levantar e fechar a porta, vós, do lado de fora, começareis a bater, dizendo: ‘Senhor, abre-nos a porta!’ Ele responderá: ‘Não sei de onde sois’. 26Então começareis a dizer: ‘Nós comemos e bebemos diante de ti e tu ensinaste em nossas praças!’ 27Ele, porém, responderá: ‘Não sei de onde sois. Afastai-vos de mim todos vós que praticais a injustiça!’ 28Ali haverá choro e ranger de dentes quando virdes Abraão, Isaac e Jacó, junto com todos os profetas, no reino de Deus e vós, porém, sendo lançados fora. 29Virão homens do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e tomarão lugar à mesa no reino de Deus. 30E assim há últimos que serão primeiros e primeiros que serão últimos”. 

 – Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/    

ago 24

LEIA A BÍBLIA TODOS OS DIAS: LEITURAS SUGERIDAS PARA HOJE

BÍBLIA DE HOJE - 2018

20ª SEMANA DO TEMPO COMUM – SÁBADO – 24/08/2019 –

3Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que do alto do céu nos abençoou com toda a bênção espiritual em Cristo,4e nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos.5No seu amor nos predestinou para sermos adotados como filhos seus por Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua livre vontade,6para fazer resplandecer a sua maravilhosa graça, que nos foi concedida por ele no Bem-amado.  7Nesse Filho, pelo seu sangue, temos a Redenção, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da sua graça8que derramou profusamente sobre nós, em torrentes de sabedoria e de prudência.” (Ef 1, 3-8)

PRIMEIRA LEITURA:

LEITURA DO LIVRO DO APOCALIPSE DE SÃO JOÃO – (Ap 21,9-14) –

9Um anjo falou comigo e disse: “Vem! Vou mostrar-te a noiva, a esposa do Cordeiro”. 10Então me levou em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus, 11brilhando com a glória de Deus. Seu brilho era como o de uma pedra preciosíssima, como o brilho de jaspe cristalino. 12Estava cercada por uma muralha maciça e alta, com doze portas. Sobre as portas estavam doze anjos, e nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel. 13Havia três portas do lado do oriente, três portas do lado norte, três portas do lado sul e três portas do lado do ocidente. 14A muralha da cidade tinha doze alicerces, e sobre eles estavam escritos os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. 

– Palavra do Senhor.     

– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Jo 1,45-51

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo,  45Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na lei e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José”. 46Natanael disse: “De Nazaré pode sair coisa boa?” Filipe respondeu: “Vem ver!” 47Jesus viu Natanael, que vinha para ele, e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. 48Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. 49Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o rei de Israel”. 50Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!” 51E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade, eu vos digo, vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem”.                         

– Palavra da salvação!

– Glória a vós, Senhor.

 

FONTE:   https://www.paulus.com.br/portal/liturgia-diaria/

Posts mais antigos «

Apoio: